terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Faça você mesmo - Reformando o cantinho

Esta é uma dica para quem tem aquele móvel antigo, meio feinho e que está precisando de um novo visual.
Não se trata de "fazer" uma pátina, que nada mais é do que uma pintura mal feita inventada por alguém que não tinha paciência e capacidade para fazer uma pintura uniforme.
Também não se trata de repaginar, palavra que entrou na moda e todos estão usando. Não dá para descobrir quem e porque começou, mas tomou conta.

Pintou um vaso? Repaginou.
Mudou o sofá de lugar? Repaginou.
Colou vinil na geladeira? Repaginou.
Credo.

Na verdade, paginação é um termo técnico do design gráfico e repaginar é quando você reorganiza a paginação.
Então, já que a história é inventar, vamos fazer uma reforma inspirada na paginação (atenção teóricos e puristas: é um exercício livre, tá?).

A foto que vamos usar não é das melhores, já que não faz sentido usar uma mesa em um canto de parede, mas depois de uma longa procura, foi a única disponível.
Comece repintando as paredes com uma cor do seu agrado. Cores claras vão destacar o efeito.



Paredes pintadas, é hora de caprichar na pintura da mesa.
Use o esmalte sintético à base de água, seca mais rápido, é resistente e não tem muito cheiro.
Você vai precisar de um pincel fino para os cantos, arestas etc e um rolinho de espuma para as áreas maiores.
Entenda que pintura é um trabalho demorado, não fica bom na primeira demão e o resultado está diretamente relacionado ao seu capricho e paciência.
Se você não tiver essas qualidades, vá fazer pátina.
Pinte o tampo da mesa usando um tom um pouco mais forte que o usado na parede e um tom mais forte ainda nos pés. Veja a foto:


Agora é a hora da paginação, que consiste em ordenar uma sequência de elementos que vão estar na mesa e nas paredes.
Depois da tinta estar totalmente seca (veja o tempo de secagem total na embalagem da tinta), faça com fita crepe um retângulo na parte que está encostada na parede, como mostrado na foto abaixo:


Pinte a área interna do retângulo com uma cor contrastante, com todo o capricho para não ultrapassar o limite externo da fita e com a quantidade necessária de demãos para ficar perfeito. Vai ficar assim:


Espere a tinta secar ao toque e retire cuidadosamente a fita crepe. Você vai ter sobre a mesa um retângulo.


Agora é só usar a imaginação, o bom senso e fazer mais um retângulo sobre o tampo com fita crepe.

Pinte a área interna desse retângulo com um tom mais forte que o utilizado no tampo. Proceda exatamente da mesma forma como no retângulo anterior.


Espere secar, retire a fita e a mesa está pronta.
Agora vamos para a parede: com o móvel posicionado no local, comece traçando na parede com a fita crepe um retângulo que é uma extensão do que está sobre a mesa.
Depois, faça outros retângulos como se fosse uma espécie de mosaico.
Veja na foto como proceder:

Agora pinte aleatoriamente algumas partes internas, tomando o cuidado para não fazer um desenho do tipo "um sim, um não". Se você fizer isso, sua parede vai parecer um tabuleiro de xadrez.
Veja um exemplo de pintura na foto abaixo:

Teminada a pintura, espere secar e retire a fita crepe com todo o cuidado.
O resultado é um móvel integrado com a parede, mais ou menos como uma paginação gráfica, como você pode ver na foto:

Viu?
Não é complicado ter um canto diferente, divertido, colorido e sem pátina na sua casa.

Crédito da foto: wharman

3 Faça um comentário:

Claudia 6 de dezembro de 2008 07:36  

Nossa, mas ficou outra coisa, é impresionante como a cor muda completamente um móvel ou ambiente. Gostei muito. E gostei tb do post sobre os home offices, acho o fim esse uso exagerado de palavras em inglês como se isso deixasse as coisas mais chiques.
Beijos

Kátia Câmara 10 de dezembro de 2008 19:50  

A-mei !!!
Adoro pintar e reformar as coisas em casa (coisas de filha de marceneiro) e também amo cores fortes.

Liège 14 de dezembro de 2008 18:59  

Ficou uma graça e deu uma cara completamente diferente ao "cantinho". Adorei!
Beijos.