quarta-feira, 12 de novembro de 2008

A prima pobre.

A fotografia nunca teve um lugar de destaque na decoração.
Infelizmente.
Na verdade a fotografia sempre é tratada como uma prima pobre, mesmo quando o assunto é arte.
Alguns até discutem se ela pode ser classificada como arte.
Pura perda de tempo.

Normalmente as fotografias são usadas na decoração em porta-retratos, todos viradinhos para o mesmo lado, com fotos de familiares e amigos. Algumas vezes com um animal de estimação.
Fica muito bonito, mas termina aí.

Uma boa fotografia com uma boa ampliação é uma alternativa interessante para você levar cultura ao seu ambiente, valorizando-o.
Por favor, não considere uma ampliação de um retrato seu ou dos filhos como uma boa fotografia para ser colocada na sala. O assunto é fotografia como uma forma de expressão, com uma imagem que nos leva a sentir algo individualizado. Arte.

Ela pode substituir aquelas telas feitas em série que você compra em qualquer lugar e que não valem nada.
Com os recursos que os fotógrafos dispõem e as técnicas atuais de ampliação, até o fator determinante para que a fotografia não se disseminasse deixou de existir: o alto custo.
É possível fazer uma ampliação com um tamanho razoável sem pagar muito por isso.
E muito fácil achar bons fotógrafos e bons trabalhos buscando na internet.
Basta contatá-los e negociar um bom preço pelo arquivo em alta resolução.

A sua parede vai agradecer.

5 Faça um comentário:

Dani - Verde Novo 12 de novembro de 2008 09:23  

Aiii... sabe, quando vi a primeira foto que vc colocou para ilustrar seu post, em miniatura como blog atualizado, fui logo abrindo para ver o que era. Que coisa Linda!
Amo fotografia... quero ter ainda aquelas máquinas maravilhosas com 2543 funções rs...
Amei a dica... beijos

Santinha 12 de novembro de 2008 20:26  

Fotografias sempre dão muita personalidade a qualquer ambiente -Capriche na seleção. Uma diquinha: Se desejar dar um ar de galeria a alguma parede aproveitando a horizontalidade ou a verticalidade de algum ambiente é só emoldurar as fotos uma a uma e tentar criar uma certa simetria entre a composição e o espaço disponível. Dispor os quadros de maneira simétrica, ajuda a conseguir composições equilibradas, mesmo que depois você decida quebrá-la.
Adorei as fotos e o post!
bjk

Ana B 13 de novembro de 2008 02:32  

Oi, Carlos, estou passando aqui pela primeira vez e gostei do nível do papo... Acredito que ninguém vai à farmácia pedir medicamento para o balconista porque prefere não ir ao médico, pura e simplesmente. Esta decisão é pautada numa série de fatores, culturais, sociais, econômicos entre outros. Na minha opinião, é isso que ocorre com estas coisas de design, de contratar um decorador, um especialista que nos auxilie e construir uma morada que nos surpreendemos porque fica realmente melhor e mais correta ... eu amaria deixar toda minha vida na mão dos especialistas. Infelizmente, não é isso que ocorre. Veja só a consideração sobre a fotografia, uma das expressões mais legais e, atualmente, até bem disponível. Culturalmente, achamos que é só o retrato da meninada, ainda mais com a digital na mão de todos os mortais. Incrível que só não aprendemos que mesmo o retrato pode ter um conceito tão especial que vira mesmo um detalhe para enriquecer o ambiente. Eu deliro, com a vontade de ter fotos lindas e grandes, inclusive da minha ninhada, claro, mas ainda não consigo encaixar no dia-a-dia porque falta a coerência semântica entre os móveis que a gente vai juntando por necessidade, as quinquilharias que vai comprando por sei lá que motivo e, principalmente, faltam as fotos. rsrss. De qualquer forma, gostei de te encontrar porque, sinceramente, gostaria que minha casa tivesse um conceito - o meu pelo menos - e que não fosse só esta coisa funcional que herdamos dos modernistas -foi né - ou algo tão catado como é. Vou passar sempre por aqui para me alfabetizar com suas postagens. Dei um pulo na loja virtual e vi as peças, tem muita coisa com meu número... principalmente os relógios de parede. bjão. Se der, passa no meu blog iniciante para dar um olhada: http://casadaaninha.blogspot.com

martina 13 de novembro de 2008 16:58  

ih, vim aqui pra dar do contra.
já faz tempo que foto deixou de ser prima pobre. basta ver os premiados nos salões de arte. fotografia bomba. tem mostras e mostras de fotografias nos museus. livros e mais livros de foto empilhados sobre mesas de centro nas salas poraí. sou capaz de apostar que tu sabes citar o nome de uns quantos fotógrafos vivos. agora me diz o nome de um pintor ou escultor que atue hoje....

bade 14 de novembro de 2008 09:32  

Olá, martina.
A postagem fala da fotografia usada na decoração, ou seja, dentro das casas.
Um abraço,
Carlos - DecorandoTudo!