segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

A reforma ortográfica e os nhenhenhens.


Essa história da Reforma Ortográfica deu um barulhinho, principalmente nos blogs.
Acho que principalmente por ser um bom gancho para chamar o nosso glamoroso Presidente de analfabeto e estúpido.
Bem, mas desta vez, ele não é o culpado da coisa.

A atual Reforma foi proposta em 1990 e aprovada pelo Congresso em 1995, portanto quando o dito cujo ainda não era Presidente e falava que na mesa dos pobres tinha "menas" comida.
A única coisa que ele fez foi assinar a Reforma Ortográfica, da mesma forma como fizeram Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.
O objetivo da reforma é unificar a língua portuguesa, a quinta mais falada no mundo, nos países que adotam o português como idioma oficial.

A reforma atingirá somente 0,45% (menos de 0,5%) das palavras brasileiras, portanto não há motivo para tanto...
E o prazo para adaptação às novas regras é até 31 de dezembro de 2012.
Até lá as duas escritas serão consideradas corretas.

Reblog this post [with Zemanta]

1 Faça um comentário:

Lana 10 de janeiro de 2009 20:11  

Foi assinada pelo "hômi", não foi????