quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Será que combina?

Eu já ouvi essa pergunta muitas vezes.
Você também deve ter ouvido e perguntado algumas vezes.
É a principal dúvida da decoração e tem sempre a ver com as cores.
Combinar, no caso da decoração, é usado de uma forma imprecisa. Seria melhor pensar em harmonizar. Claro que você não precisa sair por aí falando "Será que isto vai harmonizar com aquilo?"
A questão é do conceito e não da palavra.

A harmonia é algo fácil de aplicar: pense em agrupar.
Por exemplo: um grupo de cores frias é um grupo de cores que se harmonizam entre si. O verde harmoniza com o azul, que harmoniza com o lilás etc.
Outro exemplo: um grupo de cores pastéis. Nesse caso você não precisa agrupá-las pela temperatura, mas sim pela intensidade, porque as cores pastéis são todas apagadas, então você pode agrupá-las pelo princípio que todas são claras, portanto vão harmonizar entre si.

Para que você não fique com mais dúvidas do que as que já tinha quando começou a ler esta postagem, vamos aos exemplos práticos:
- A paisagem de uma praia, com o céu azul, o mar turquesa e um coqueiro verde. Isso é um exemplo de harmonia de cores frias. Todo mundo gosta.
Fácil, não é? Mas a harmonia não acontece somente entre cores frias, ela também acontece entre cores quentes. Veja mais um exemplo prático:
- A paisagem de um pôr-de-sol, o céu explodindo em amarelo e laranja com o sol vermelho roubando todas as atenções no horizonte, também é uma harmonia de cores. E de novo todo mundo gosta. As cores quentes, ao contrário do que muitos pensam, também formam uma harmonia entre si. Muita gente as confunde com contraste, que é outra história...

Agora vamos para dentro da casa e ver o que acontece.
Imagine uma parede verde. Vai combinar com um tapete azul escuro? Se a intenção for harmonizar, a resposta é sim, pois são cores frias. Se você ouvir um "mas verde não combina com azul..." substitua por "mas eu não gosto de verde com azul...".
Sim, a maioria das vezes é uma questão de gosto e não de harmonia.

Existem muitas maneiras de você fazer grupos e acabar de vez com a sua eterna dúvida do "será que vai combinar?"
E só uma questão de praticar, aprendendo a visualizar mentalmente e, o mais importante de tudo, ter segurança.
É válido pedir opinião, mas nunca deixe que decidam por você.

0 Faça um comentário: