quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Não precisa gostar, mas precisa experimentar.


Normalmente uma pessoa que gosta de decoração e decide participar desse mundo, usa como porta de entrada o artesanato, aprendendo técnicas como a découpage.
É tão fácil que aprende em um piscar de olhos.
Sem dúvida é um dos melhores caminhos para começar, mas não a melhor opção para ficar estacionado.

Esse tipo de artesanato oferece a técnica, ou seja, ensina como fazer.
Mas nunca ensina o que fazer e porque fazer.
Se você já tem a técnica, é hora de começar a trilhar a estrada da experimentação e descobrir como usar a técnica para gerar algo diferente, com a sua marca.

Se você não se preocupar com isso, acabará tendo em casa um estoque enorme de caixinhas de vários tamanhos com várias estampas, mas que no fundo são todas parecidas.
Se você usá-las para decorar a sua casa, vai ficar parecendo uma casinha de boneca.
Se você for tentar vendê-las para os seus conhecidos, vai enfrentar uma concorrência brava, pois todo mundo faz igual.

O que fazer?
Primeiro, pesquise. Descubra que há vários estilos e que eles podem ser aplicados à técnica que você aprendeu.
Segundo, pense. Descubra outras formas de trabalhar com esse técnica.
Terceiro, experimente. Provavelmente levará um certo tempo para você descobrir esse novo caminho.
Quarto, pratique a auto-crítica. A opinião de conhecidos tende a ser amena, normalmente elogiando. Dificilmente você ouvirá frases do tipo "xiiiiiii, mais uma caixinha com florzinha...".

Não se limite somente às coisas que você gosta na atualidade.
Pode ser que você não goste de outras coisas simplesmente porque não conhece.
E libere-se dos preconceitos bobos do tipo "isso não é para mim" ou "não faz meu estilo". Essas frases só podem ser ditas depois de conhecer um pouco mais sobre o assunto.
E tenha em mente que mesmo o que você não gosta, é um conhecimento adquirido.

Para não ficar só no blá-blá-blá e você aí se perguntando "e eu faço o que?", tente algumas coisas como:
- Seja original.
- Para découpage, basta um papel fino e resistente. Use cores chapadas e recorte elementos geométricos.
- A princípio, se o formato não for muito complexo, quase tudo pode ser decupado. Varie um pouco, faça um pôster legal com coisas que você gosta para colocar na parede.
- Pesquise um pouco sobre Pop Art e sobre Grafite. É um jeito legal e leve para começar a entender porque algumas coisas acontecem.
- Mostre o seu trabalho para todo mundo e, muito importante, dê mais atenção às críticas do que aos elogios.


0 Faça um comentário: